Entrevista do Artista Walton Wysocki

Cunha

O MAGAIVER DAS ARTES PLÁSTICAS: Ontem – 14 março 2019 - foi a vez de entrevistar e conhecer o Artista Plástico – autodidata por natureza – Walton Wysocki (81) , o idealizador da logomarca da Astelpar. Pessoa simples, carinhosa, pacienciosa, sem rodeios começou a contar a sua história de muitas lutas – semelhante à da Astelpar. Presentes ao Encontro: Cunha, Walter e o Martinesco, que encomendou a produção da logomarca da Astelpar ao Amigo Walton.

Comentou Walton que desenvolver uma logomarca é um trabalho de muita responsabilidade. É um risca, rabisca. Um vai e vem. Recomeça, para... Aproveita o meio ambiente – nas suas andanças -, sempre, para ter novas ideias e como Ele disse: "de repente dá o estalo para o processo final".

Na visão do Walton, a logomarca da Astelpar, sinteticamente, tem dois olhos – a Diretoria da Empresa – e duas linhas retas quase oblíquas – os Associados observando à Diretoria.

Sua Carreira de Lutas

É Curitibano de nascimento, torcedor fanático do Furação – mais bastante respeitoso com os demais torcedores de outros clubes – casando-se em 1963, com sua simpática e querida esposa Senhora Nair, que nos recebeu com muita gentileza, carinho e atenção. Trabalhou na Companhia Telefônica de 1958 a 1963 e na Copel de 1963 a 1985. Conta um episódio que o seu chefe na Copel lhe prometeu promoção se Ele apresentasse diploma de curso superior. Durante 4 anos estudou Economia na Fundação de Estudos Sociais do Paraná, formando-se em 1979. Ao apresentar o diploma a aquele Chefe, o mesmo lhe disse que tinha passado o momento das promoções.foi ai que, imediatamente, solicitou à sua aposentadoria. Durante todos os anos na CTN e na Copel, trabalhava, paralelamente, em seu Atelier, muitas vezes nas madrugadas. São 60 anos como Artista Plástico, conseguindo conciliar em um ambiente único seu lar, estúdio e galeria. É impressionante o que a Equipe de Produção da "História da Astelpar" conheceu e soube de um trabalho conjunto – Artista & Família – mantendo-se independente e com liberdade de expressão, como cidadão e Artista Plástico. Durante a entrevista, foi intitulado como o “Magaiver das Artes Plásticas”. Trabalhou, também, alguns anos nas Rádios Marumby e CNT, como comentarista de cinema, uma de suas artes predileta.

O Artista de Todas as Artes

O Walton é autodidata por natureza em muitas técnicas, como por exemplo a fuligem (chama de fogo fixada), o acrílico (aproveitamento de materiais descartáveis/descartados), entre outras. O que é encontrado/doado é aproveitado em sua arte: palitos de sorvete; garfos de sobremesa; canos de pec.; madeiras; areia da chuva; fumaça,... É merecido o novo título concedido durante à sua entrevista: “O Magaiver das Artes Plásticas” A técnica da fuligem – chama de fogo fixada – é de sua autoria. Conta que a inspiração veio de uma panela usada pela sua Mãe em fogão de lenha e ao fundo da panela ele observava a fumaça transformada em imagem.

Fotos: José Francisco Cunha

  Entrevista do Parceiro Dr. Marcelo
   24.03.19
  Entrevista: Telepariano Helio Bampi da Radiante
   19.03.19
  Entrevista da Ex Diretora Maria Lucia
   19.03.19
  Entrevista da Diretora Angelica
   06.03.19
  Entrevista do Ex Diretor Pedroair
   06.03.19
  Entrevista do Diretor Aramburo
   21.02.19
  Entrevista da Associada Ladia
   20.02.19
  Entrevista do Ex Diretor Liberato
   19.02.19
  Entrevista da Nova Associada Israelina
   19.02.19
  Entrevista do ex Diretor Lineu Mário Ruppel
   14.02.19

  voltar voltar


Previdência Social



Gostou do conteúdo?
Indique para os
amigos.
Home | A Associação | Notícias | Convênios | Links úteis | Associe-se | Social | Programe-se | Fotos | Publicidade
Espaço Jurídico | Documentos | Jornal | Espaço do Associado | Saúde e Bem-estar | Contato
Copyright © Astelpar 2007 - Todos os direitos reservados