VEJA OS DETALHES

Entrevista da Diretora Angelica

Cunha

AJUDA HUMANITÁRIA E DE COMPROMETIMENTO: Hoje – 28 fevereiro 2019 – foi a vez da Maria Angélica Fonseca da Silva (64) conceder entrevista à Equipe de Produção da “História da Astelpar”. Dinâmica, extrovertida,... e sincera, aposentou-se em 1994 e começou a prestar o seu primoroso trabalho voluntário em 1999 à Astelpar, participando ativamente na reestruturação da Associação, a convite do Paulo Bond. Jornalista de profissão, Angélica trabalha em diversas áreas da Astelpar: eventos, registros fotográficos, serviços gerais das ações trabalhistas e, principalmente, no assistencialismo social e atendimento pessoal e telefônico dos aposentados em suas várias peculiaridades. Já foi Diretora de Relações com Aposentados e Sinttel e agora é a Diretoria Administrativa e Financeira, gestão 2019/21. Durante a entrevista, lembrou das dificuldades enfrentadas na implantação da nova Associação: montagem da sala da Associação na Rua 24 de maio – cedida pelo Paulo Bond -; doações de móveis, computador...; desafio da filiação de Associados – trabalho intenso, que durou em torno de 3 meses -, pela dúvida que os aposentados tinham em se manter filiados ao Sinttel. Devido ao assistencialismo dado pela Associação naquela época, após passados os primeiros meses iniciais da Astelpar, a filiação aconteceu naturalmente por parte dos aposentados.

Relatou que “atualmente a Associação está administrando 2.200 ações, sendo que mais de duzentas dessas ações já entram em execução e aproximadamente umas 50 já foram executadas e estão sendo pagas". A primeira ação movida pela Astelpar foi a do “compulsório da gasolina” e Angélica sentenciou; “a Astelpar usa de muita cautela para entrar com qualquer ação junto a justiça, tendo em vista à Reforma Trabalhista". Sente-se extremamente gratificada pelo expressivo número de ações ganhas, tornando a vida dos aposentados mais felizes, como ajuda humanitária e de comprometimento de sua parte. Perguntada à Angélica o que representa a Astelpar para Ela, rapidamente respondeu: “ é a extensão da Telepar, sinto-me em casa e sempre pronta para contribuir no que posso, porque gosto do contato com pessoas”. Sobre o futuro da Associação, diz “se todos estamos unidos até o final ficaremos unidos”. E, sobre a sua perspectiva de ações da Astelpar “ é criar um grupo de pessoas voluntárias na Associação, para atender os aposentados nas áreas social e demais assistências pelo aumento crescente da carência afetiva”.

Equipe de Produção: José Francisco Cunha, Walter Werner Schmidt e Guilherme Pereira Sade.

Fotos: Guilherme Pereira Sade.

  Depoimento do Amigo Edmundo O Xavier
   27.06.19
  Entrevista Telepariano Marcos Olandoski
   22.05.19
  Entrevista do Parceiro Dr. Marcelo
   24.03.19
  Entrevista do Artista Walton Wysocki
   19.03.19
  Entrevista: Telepariano Helio Bampi da Radiante
   19.03.19
  Entrevista da Ex Diretora Maria Lucia
   19.03.19
  Entrevista do Ex Diretor Pedroair
   06.03.19
  Entrevista do Diretor Aramburo
   21.02.19
  Entrevista da Associada Ladia
   20.02.19
  Entrevista do Ex Diretor Liberato
   19.02.19

  voltar voltar


Previdência Social



Gostou do conteúdo?
Indique para os
amigos.
Home | A Associação | Notícias | Convênios | Links úteis | Associe-se | Social | Programe-se | Fotos | Publicidade
Espaço Jurídico | Documentos | Jornal | Espaço do Associado | Saúde e Bem-estar | Contato
Copyright © Astelpar 2007 - Todos os direitos reservados